terça-feira, abril 06, 2010

Enquanto caminho

Enquanto caminho, vejo mais que estradas.
Vejo rostos também marcados pelas cicatrizes da vida.

Enquanto caminho, ouço mais que passos.
Ouço canções de amizade que embalam os sonhos.

Enquanto caminho
, sinto mais que cansaço.
Sinto alegria por ter companheiros de viagem também alegres.

Enquanto caminho
, carrego mais que bagagem.
Carrego minha história com os outros, que vez ou outra me faz lembrar para aonde vou.

Enquanto caminho
, confio em algo mais do que o mapa.
Confio em Deus, que transforma a dura jornada em uma volta para casa.

4 comentários:

Ivny disse...

Nossa, gostei demais!

Inspirador!

Ps: opina sobre meu novo texto

Lissânder disse...

Obrigado! Eu estava com saudades do seu comentário. rsrs

Vinicius disse...

Que lindo Lissander....
Gosto muito de usar mapas, e de traçar mapas para meus passos pela estrada. Meu desafio é não buscar a Deus somente quando os mapas me expôem a encruzilhadas indecisas ou estradas sem saída.
Me lembrar que o objetivo do mapa é me levar para casa, minha casa, nossa casa, é mais desafiador ainda.
Abraço

Lissânder disse...

Obrigado, amigo Vini. Sim, a caminhada, na verdade, é um retorno ao início. Mas um início muito mais sublime do que podemos imaginar.
Este poema também poderia muito bem ter o título "Ode à amizade". Seu conteúdo reconhece que caminhar com amigos é muito melhor.
Abração, e saudades!