terça-feira, abril 27, 2010

Escravo

Quem toca, aprisionado está;
Entrelaçado pelas teias da própria alma;
Trilhando a jornada da pequenez,
Cansa-se com o lixo que produz.

Quem vê, limitado está;
Tragado pelas águas escuras da vergonha;
Debatendo-se entre as desculpas do coração,
Adormece os pés, não mais altaneiros.

Quem silencia, algemado está;
Seduzido pela manipulação do poder;
Sonhando-se herói de um mundo egoísta,
Não mais fala, não mais ouve.

Quem aceita, escravizado está;
Submetido à ditadura do prazer;
Confundindo certo e errado, luz e trevas,
Senta-se, enquanto o brilho da coragem se vai.

Areia movediça.
Que os órfãos de Abraão não mais a subestimem.
Nada pode ser controlado.
Nem a liberdade.

“Quem peca é escravo do pecado” (João 8.34)

Um comentário:

Alexandre Pitante disse...

Paz,

Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus continue lhe abençoando poderosamente.

Estou seguindo o vosso blog.

Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Um abraço, Alexandre Pitante.